24 de janeiro de 2021

religião e a história do povoado da Barra do Geraldo município da Cidade de Passa e Fica-RN


Do Blog João Nelo


Tudo começou quando o jovem Manoel Geraldo Soares, nascido em Lisboa – Portugal em 12 de outubro de 1863 chegou ao Brasil, depois de uma longa viagem de sua terra natal, vindo numa barca que transportava bacalhau, desembarcou em João Pessoa-PB com seus familiares, que ficaram entre Solânea - PB e Serra de Dona Inês – PB.

Posteriormente o jovem Manoel Geraldo Soares comprou uma propriedade por novecentos mil réis situada no Rio grande do Norte, mais precisamente no distrito fundado por ele, chamado de Barra do Calabouço que depois levaria seu nome Barra do Geraldo, na época aquelas terras pertenciam ao Município de Nova Cruz – RN, hoje pertencente ao Município de Passa e Fica-RN.

Em 19 de maio de 1898 recebeu sua Carta Patente decretada pelo Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil, Prudente de Moraes, que foi assinada no Palácio da Presidência no Rio de Janeiro, recebendo a Graduação de Tenente. Foi empossado no dia 14 de Março de 1899, no Quartel do Comando da 10ª Brigada de Infantaria da Guarda Nacional da Comarca do Curimataú, comandada pelo General Comandante António Fernandes Borges, passando ele a comandar toda aquela região.

Tornou-se fogueteiro e abriu uma casa de fogos por ser astuto e muito inteligente logo foi melhorando sua vida e de sua família tornando-se um grande proprietário de terras, ele trouxe o primeiro automóvel a região o famoso Ford 29 movido a manivela ao qual causou grande espanto e alvoroço para população, pois se falavam até ser o fim dos tempos por nunca terem visto um automóvel, além do gramofone onde ele ouvia às belas canções. Foi daí então que tudo foi tendo êxito e quando começou suas benfeitorias, vendo que a sua população estava crescendo teve os primeiros projetos em mente e pondo os em prática.

Em 1910, construiu o cemitério da Barra do Geraldo para o repouso dos seus entes queridos, construiu também a primeira capela que ficava localizada na Barra de Baixo próximo à sede de sua fazenda. Aos seus cuidados todos os dias eram tocado o sino na hora da Ave Maria e todos os falecidos eram anotados, era muito organizado e cuidadoso com os princípios da religião católica.

Ao início de tudo ele mesmo lia às escrituras e após explicava para população, por ser muito culto em sua casa havia uma estante cheia de livros e recebia um jornal que era fornecido diretamente do Rio de janeiro e deixado na cidade de Nova Cruz-RN, aos cuidados de um encarregado que tinha a obrigação de entregá-lo na sua residência. O terço era sagrado todos os dias e por ser um católico praticante ele seguia jejum de 40 dias rigorosos na quaresma, mesmo quando idoso o santo rosário era rezado por ele e sem interrupção. 

O padre Luiz Adolfo veio para conhecer a capela a convite do patriarca do povoado e achou muito bonito os esforços do senhor Tenente para semear a palavra de Deus. Aproveitando então o momento o Tenente falou com o padre para realizar missas na sua capela, e então todo mês seguia a tradição ao qual seu filho José Soares Ribeiro (José Pachico) saia logo cedo a cavalo e levando outro cavalo selado para o Padre e ao término da celebração o seu filho repetia a mesma trajetória.

Após passar algum tempo, também construiu o primeiro cruzeiro para que os cristãos pagassem suas promessas e também poder acender velas para seus santos, este antigo cruzeiro tinha uma cruz bem grande de madeira rústica e de um lado tinha um símbolo de um martelo, do outro era um torquês e bem no alto e no centro daquela cruz tinha um símbolo de um galo e essa era a simbologia do cruzeiro, que logo após Passa e Fica se emancipar o prefeito daquela época o senhor Celso Lisboa mudou para o local que está até os dias atuais.

O senhor Tenente era um devoto fiel de São Geraldo, mas certo dia ele vinha cavalgando com seu melhor amigo seu cavalo "melado", quando de repente o cavalo se assustou não se sabe por que, infelizmente, o senhor Tenente Manoel Geraldo Soares caiu em cima de uma planta venenosa que continha muitos espinhos, ele ficou muito adoentado passando por momentos febris e de muito delírio, médico não tinha para o examina-lo e todos falavam que o Tenente estava desenganado e já esperavam por sua morte, quando ele clamou por Nossa Senhora Aparecida pedindo a cura, fazendo assim a promessa que mudaria o nome de Barra do calabouço para Barra do Geraldo em homenagem a São Geraldo e mudaria a padroeira que era Nossa Senhora da Conceição para Nossa Senhora Aparecida e no outro dia já se viu às melhoras no seu quadro de saúde, como um milagre majestoso o senhor Tenente Manoel Geraldo Soares se reabilitou e levantou-se do seu leito.

Foram dias de muitas festas e agradecimentos na capela daquele povoado, então o Tenente encomendou uma imagem belíssima imagem de Nossa Senhora Aparecida e vindo a cavalo escoltada por seus empregados. Na sede da fazenda todos esperavam a chegada da padroeira da Barra do Geraldo, quando foi avistado o Tenente ajoelhou-se e agradeceu o milagre. Ela ficou a noite toda exposta na mesa da sua casa e ali foi a noite de oração e agradecimentos, ao outro dia ela foi levada a capela em procissão e muitos fogos foram soltos, daí então a festa que era comemorada no dia 08 de Dezembro mudou-se para 12 de Outubro no momento que o padre benzeu a imagem tornando-a Padroeira da Barra do Geraldo, e ela foi benta pelas mãos do padre Omar Bezerra que congregava na cidade de Nova Cruz, sendo o segundo padre que passou pela Barra do Geraldo.

O mês Mariano era recebido com honrarias, muitos fogos, rojões e balões. Tinham às famosas girandas e a queimagens de flores trazida pelas mãos das donzelas com lenços brancos que eram entregues com os benditos mais belos e assim seguia a tradição.

Após o falecimento do Tenente Manoel Geraldo Soares, que se deu no dia 23 de junho de 1944 a Barra do Geraldo perdia um homem de fé que amou a Deus e foi fiel aos princípios da igreja, e para a tristeza dos filhos e para o povoado que ele tanto cuidou, um sobrinho seu o senhor Porfirio tomando a frente da situação e desfez aquela capela e construiu a atual Igreja Católica da Barra do Geraldo para que ficasse mais próximo a sua residência, tal casa que até hoje permanece ainda no povoado sendo uma das mais antigas. Porém nesse período aconteceu um fato relatado pela população, o sino da igreja foi levado para a igreja do catolé e foi colocado na nova igreja da Barra do Geraldo outro sino este que por sinal estava quebrado e era bem menor, segundo os relatos o senhor Porfirio sobrinho do Tenente seguiu as ordens do padre atual da época que se chamava padre Pedro.

Após todos esses acontecimentos graças a Deus, todos os esforços não foram perdidos, pois outro sobrinho do Tenente o senhor Tiné filho do seu irmão Cerino e porventura casado com a filha do Tenente a senhora Inácia, não deixaram a religião morrer, construíram também em sua casa um altar onde se eram rezados os terços Marianos e o senhor Tiné tomou a profissão do seu tio tornando-se assim o fogueteiro do povoado onde eles faziam a festa da padroeira ser inesquecíveis com muitos fogos e muitas orações. Assim permaneceu a fé e a tradição do povoado de Barra do Geraldo e passando de geração a geração.

O Tenente Manoel Geraldo Soares faleceu em 23 de Junho de 1944, seu corpo encontra-se sepultado no cemitério que ele construiu sendo visitado anualmente no dia de finados por familiares, amigos e admiradores, deixando seu legado vivo nas memórias destes. 

Autores: Edilson Ribeiro e Silvana Ribeiro Flor.

23 de janeiro de 2021

Mestre Alisson Luta Para Manter Viva Tradição Do Teatro De João Redondo Em Passa e Fica-RN


Em um mundo cada vez mais digital onde existe inúmeras formas de entretenimento, em Passa e Fica, no agreste do Rio Grande do Norte, Mestre Alisson, um jovem de 17 anos, luta com todas as forças para manter viva a tradição do Teatro de João Redondo, reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil.

Neto do Mestre Seu Francisquinho, que dedicou a vida ao João Redondo, Alisson vem seguindo os mesmos passos do avô. A convivência com ele o estimulou a criar o seu próprio teatro que apresentava para os seus irmãos.

Mestre Alison fez parte da pesquisa de doutorado da Doutora Zildalte de Macêdo. Segundo ela, “com a idade de 10 anos o jovem começou ‘botar bonecos’ em creches e escolas da região e não parou mais”.

De acordo o jovem, a maior dificuldade é “a falta de apoio e reconhecimento na própria cidade. Seria diferente se tivéssemos projetos nas escolas, oficinas de fazer bonecos e apresentações”, falou Alisson na esperança de incentivo para continuar sua arte.

Para Alisson, seu sonho é cursar artes cênicas com o objetivo de adquirir conhecimento e levar para o Teatro de João Redondo. “Dessa forma, quero valorizar ainda mais essa arte”, falou o Mestre Alisson que também sonha em ser professor.

“Mas sempre estarei com o Teatro de João Redondo na frente, com guerra e com luta em favor dessa minha paixão”, concluiu o jovem.

#tvgm
#tvgeovanemacedo
#nóstambémsomosvocê
#cultura
#teatrodejoãoredondo
#nordeste
#passaefica

20 de janeiro de 2021

Prefeita de Belém é acusada de ‘furar a fila da vacina’ na cidade


 

A prefeita do município de Belém, Aline Barbosa (Dona Aline) do PDT, também foi uma das gestoras apontadas por ‘furar a fila’ da vacina contra a Covid-19 na Paraíba, na terça-feira (19). A cidade, localizada no Brejo paraibano, recebeu 163 doses, sendo 112 destinadas aos trabalhadores de saúde e 51 para idosos residentes em instituições de longa permanência conforme o balanço da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB).

Dona Aline foi uma das primeiras a ser vacinada na cidade durante a abertura da campanha de vacinação no município. Ela tem 78 anos de idade e foi eleita nas eleições municipais de 2020 com 6.064 (58,58%).

Ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a prefeita declarou um patrimônio de R$ 7,1 milhões.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que há uma estimativa populacional de 17.705 habitacionais distribuídos em uma área de 99,6 km². Em 2009, a cidade tinha 16 estabelecimentos de saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: ClickPB

São João Fora Época está Cancelado!!!


 

19 de janeiro de 2021

Passa e Fica recebeu 121 doses da vacina contra Covid-19; Veja quantas doses cada município do RN receberam


As 82.440 doses enviadas ao RN serão suficientes para vacinar pouco mais de 39 mil potiguares


Doses da Coronavac chegam ao Rio Grande do Norte para início de vacinação contra Covid-19. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Do G1 - O Rio Grande do Norte recebeu 82.440 doses da vacina contra Covid-19, na madrugada desta terça-feira (19), para começar a imunização contra Covid-19 no estado. Após a chegada, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte divulgou uma lista com a distribuição das doses por município.

A Secretaria de Saúde do Estado ainda não informou quando a vacinação vai começar no Rio Grande do Norte. De acordo com previsões anteriores da pasta, a imunização deveria começar até 72 horas após a chegada do primeiro lote, com a distribuição aos municípios, iniciada durante a manhã desta terça (19).

As 82.440 doses enviadas ao RN serão suficientes para vacinar pouco mais de 39 mil potiguares, que terão duas aplicações com intervalo de 28 dias. De acordo com o governo, terão prioridades os idosos abrigados em instituições e os trabalhadores da saúde que atendem em UTIs, prontos-socorros e hospitais referenciados, por exemplo.

Segundo a Secretaria de Saúde do RN, o quantitativo de doses encaminhado aos municípios foi calculado com base na estimativa populacional por município repassada pelo Ministério da Saúde para cada grupo contemplado na primeira etapa, considerando uma distribuição proporcional.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o primeiro grupo prioritário no estado consiste em 37.848 profissionais de saúde, 1.400 pessoas com 60 anos ou mais em instituições e 10 pessoas com deficiência também institucionalizadas.

Município - Total de doses

Acari - 136
Assu - 421
Afonso Bezerra - 94
Água Nova - 50
Alexandria - 164
Almino Afonso - 95
Alto do Rodrigues - 120
Angicos -108
Antônio Martins - 91
Apodi - 313
Areia Branca - 209
Arês - 125
Augusto Severo - 73
Baía Formosa - 88
Baraúna - 144
Barcelona - 62
Bento Fernandes - 64
Bodó - 54
Bom Jesus - 138
Brejinho - 98
Caiçara do Norte - 67
Caiçara do Rio do Vento - 56
Caicó - 750
Campo Redondo - 97
Canguaretama - 258
Caraúbas - 189
Carnaúba dos Dantas - 127
Carnaubais - 92
Ceará-Mirim - 600
Cerro Corá - 104
Coronel Ezequiel - 68
Coronel João Pessoa - 76
Cruzeta - 100
Currais Novos - 495
Doutor Severiano - 64
Parnamirim - 2.800
Encanto - 77
Equador - 65
Espírito Santo - 94
Extremoz - 291
Felipe Guerra - 85
Fernando Pedroza - 52
Florânia - 89
Francisco Dantas - 62
Frutuoso Gomes - 72
Galinhos - 59
Goianinha - 194
Governador Dix-Sept Rosado - 108
Grossos - 90
Guamaré - 241
Ielmo Marinho - 102
Ipanguaçu - 135
Ipueira - 60
Itajá - 82
Itaú - 60
Jaçanã - 87
Jandaíra - 67
Janduís - 75
Januário Cicco - 103
Japi - 71
Jardim de Angicos - 62
Jardim de Piranhas - 97
Jardim do Seridó - 145
João Câmara - 240
João Dias - 52
José da Penha - 72
Jucurutu - 180
Jundiá - 64
Lagoa d'Anta - 99
Lagoa de Pedras - 72
Lagoa de Velhos - 54
Lagoa Nova - 108
Lagoa Salgada - 109
Lajes - 87
Lajes Pintadas - 65
Lucrécia - 70
Luís Gomes - 93
Macaíba - 572
Macau - 229
Major Sales - 65
Marcelino Vieira - 81
Martins - 85
Maxaranguape - 100
Messias Targino - 69
Montanhas - 88
Monte Alegre - 158
Monte das Gameleiras - 56
Mossoró - 3.981
Natal - 12.235
Nísia Floresta - 149
Nova Cruz - 289
Olho-d'Água do Borges - 83
Ouro Branco - 65
Paraná - 71
Paraú - 67
Parazinho - 74
Parelhas - 206
Rio do Fogo - 102
Passa e Fica - 121
Passagem - 64
Patu - 126
Santa Maria - 56
Pau dos Ferros - 410
Pedra Grande - 65
Pedra Preta - 57
Pedro Avelino - 74
Pedro Velho - 131
Pendências - 125
Pilões - 68
Poço Branco - 99
Portalegre - 103
Porto do Mangue - 80
Serra Caiada - 98
Pureza - 71
Rafael Fernandes - 64
Rafael Godeiro - 58
Riacho da Cruz - 59
Riacho de Santana - 53
Riachuelo - 73
Rodolfo Fernandes - 67
Tibau - 81
Ruy Barbosa - 58
Santa Cruz - 430
Santana do Matos - 120
Santana do Seridó - 54
Santo Antônio - 222
São Bento do Norte - 55
São Bento do Trairí - 73
São Fernando - 55
São Francisco do Oeste - 58
São Gonçalo do Amarante - 563
São João do Sabugi - 105
São José de Mipibu - 478
São José do Campestre - 127
São José do Seridó - 74
São Miguel - 222
São Miguel do Gostoso - 78
São Paulo do Potengi - 160
São Pedro - 61
São Rafael - 92
São Tomé - 141
São Vicente - 77
Senador Elói de Souza - 66
Senador Georgino Avelino - 54
Serra de São Bento - 75
Serra do Mel - 106
Serra Negra do Norte - 75
Serrinha - 73
Serrinha dos Pintos - 63
Severiano Melo - 93
Sítio Novo - 68
Taboleiro Grande - 63
Taipu - 120
Tangará - 131
Tenente Ananias - 97
Tenente Laurentino Cruz - 65
Tibau do Sul - 117
Timbaúba dos Batistas - 51
Touros - 219
Triunfo Potiguar - 64
Umarizal - 118
Upanema - 147
Várzea - 61
Venha-Ver - 61
Vera Cruz - 138
Viçosa - 56
Vila Flor - 62

Por Portal Nova Cruz Oficial